sexta-feira, 19 de março de 2010

Sentires os Sentidos

"Quando criança, e depois adolescente, fui precoce em muitas coisas. Em sentir um ambiente, por exemplo, em apreender a atmosfera íntima de uma pessoa. Por outro lado, longe de precoce, estava em incrível atraso em relação a outras coisas importantes. [...] Depois, com o decorrer de mais tempo, em vez de me sentir escandalizada pelo modo como uma mulher e um homem se unem, passei a achar esse modo de uma grande perfeição. E também de grande delicadeza. Já então eu me transformara numa mocinha alta, pensativa, rebelde, tudo misturado a bastante selvageria e muita timidez." [Clarice Lispector]

A gente pode passar até uma vida pra decidir se vai ser expectador ou se vai se misturar as cores da paleta e ser parte integrante da paisagem da nossa vida. A gente pode correr de todo tipo de dor, pura perda de tempo na minha humilde opinão. As coisas acontecem, os planos mudam, as rotas são desviadas, as pessoas amadurecem, escolhem e decidem. Tem algumas que até conseguem decidir pelas outras. Querem escolher os sentimentos das outras, o que podem/devem ou não sentir. Estamos todos submersos no mesmo universo de sentidos. Escolher sentir os seus sentimentos, essa é uma grande decisão. Não é aquele lance de 'tomar as rédeas da própria vida', não. Tudo isso é balela, quando a gente deixa de acreditar nisso a gente começa a viver a vida um tanto quanto mais 'leve'. Mas a grande diferença está em escolher sentir as coisas que estão acontecendo com a sua vida, e escolher sentir os acontecimentos da sua vida da maneira mais intensa que você quiser.

Se a alegria me transborda o olhar, que eu chore e beba das minhas lágrimas de felicidade. Se uma dor qualquer me abate, que eu escolha o melhor tango e dance com ela. Porque todo tango, assim como toda faixa de música, tem um fim, pronto. Se minh'alma hoje insiste em me manter quieta, que seja uma quietude pensantemente saborosa. Que essa quietude transforme minha alma única em dois corpos celestes distindos e que estes corpos possam interagir entre si, num bailado ou numa transa transcedental. Se minha mente não consegue se desligar da fúria das minhas entranhas, que meu corpo, num súbito bailado, siga seu instinto e se transforme no bem satisfeito que dá vida aos poros. Se meu intelecto anseia produzir, que meu corpo e minha mente estejam conectados, que por eles passem as inspirações claras e incandescentes do Universo, e que se produza aquilo que é calor, intensidade e alimento.


E se à minha volta não existir quem enxergue as expressões do meu ser desta maneira, que meu corpo alcance os olhares e os corpos dos estranhos mais semelhantes a mim. Porque o Universo conspira para o encontro das almas semelhantes, respeitosamente semelhantes.

Quero tato, tatear cada milímitro da minha vida. Quero olfato, sentir cheiro diferente com a sua respiração mais perto da minha. Quero paladar, saborear os teus gestos que se dirigem a mim. Quero audição, ouvir a melodia da sua vida que se harmoniza com a melodia que a minha existência percorre. E quero visão, quero enxergar o que acontece, comigo e com você, e enxergar meu ser se transformando para me fazer mais completa e intensamente cheia de fúria natural, de paixão, ação, drama, sonhos, loucuras, um mundo que produza êxtase e não peidos secos.



6 comentários:

ErikaH Azzevedo disse...

Minha menina, doida pra ler teu post novo e desde ontem estou assim mas hj faz o terceiro plantão noturno no hospital seguido e eu chei de provas da facul pra corrigir, logo. lohgo estarei mais livre pra ler teu post e acarinhar-te como mereces tá!

bjos

ErikaH Azzevedo disse...

Querer os cinco sentidos em um só...querer o extra-sensorial, o viver a flor da pele, a isso chamo de intensidade.

Tempos atrás escrevi algo que condiz demais com esse teu sentir....com essa tua vontade exarcebado em sentir sempre o mais. Algo que disse assim:


Este Blog Link daqui Por que o vizinho também palavreia....
Este Blog


Link daqui


Por que o vizinho também palavreia....


sábado, 10 de outubro de 2009
A flor da pele…




Viver sem sentir não há sentido!

Não preciso estar , nem ter, nem ficar, nem permanecer...hoje o que eu quero é sentir, necessitar sentir, desesperar em sentir....com os cinco sentidos, com sentidos extras, todos! A felicidade, as tristezas. reviver momentos tristes e felizes…as lágrimas, os sorrisos muitos, o rubor da face, os orgarmos multiplos, outros prazeres, as dores, os desafetos, os amores..... emoções boas e ruins. Viver pra sentir, ser só e exclusivamente feita de sentires ....nos sentidos ver-me resumir...à flor da pele, desabroxando, amanhecendo.... e só ,ao sentir, sentir-me sendo!

…Erikah Azzeved


É como se o ser fosse conjugado dentro do sentir, por isso digo que esse teu post tb fala por mim.

Um beijo minha flor

Erikah

ErikaH Azzevedo disse...

04 de outubro
Anseios…


Não sei muita coisa do que quero pra minha vida. E nem tenho essa pretensão. Mas sei isto: quero tudo intenso. Tudo agora. Tudo pra já. Minha vida já está acontecendo e eu não tenho mais tempo a perder com sorrisos amarelos. Com abraços frouxos. Com bocas aleatórias. Com noites sem dias seguintes. Com pessoas que não se dão. Quero viver tudo intensamente. Até a última gota. Correr o risco. Me atirar. E sentir o coração bater forte. Sair pela boca. Me engolir. Ter aquela sensação de não estar cabendo no próprio corpo. Quero ser arrebatada. Não conseguir dormir à noite. Acordar com olheiras e estar linda mesmo assim. Quero rir de mim mesma. Rir sozinha no meio da rua. Sair descabelada. Quero andar cantando. E fazer poesia em dia de chuva. Quero cair da escada com as pernas para cima. Quero um dia. Uma hora. Um minuto. Desde que seja de verdade.

(Brena Bráz)

Pq acho q esse texto vem complementar muito o que nós duas sentimos.

Bjos

Sawae disse...

Minha queridíssima,

É tão bom sentir par com sua alma.. é tão bom perceber que outras almas sentem como nós, com as mesmas urgências e anseios!

Obrigada, por cada letra.

'porque o Universo conspira para o encontro das almas semelhantes'

Sabe, às vezes, é mais fácil equilibrar-me do lado de cá, sabendo que vc está deste lado!

Beijão!

ErikaH Azzevedo disse...

E eu agradeço ao universo por ter conspirado o trazer-te até mim e agradeço de olhar molhado.

bjos minha flor, gosto mesmo, muito,muito, muito de vc.

Erikah

ErikaH Azzevedo disse...

Acho que saiu algo errado no comentario que eu te fiz...faço-o com as devidas corrçoes minha flor.

Querer os cinco sentidos em um só...querer o extra-sensorial, o viver a flor da pele, a isso chamo de intensidade.

Tempos atrás escrevi algo que condiz demais com esse teu sentir....com essa tua vontade exarcebado em sentir sempre o mais. Algo que disse assim:



A flor da pele…




Viver sem sentir não há sentido!

Não preciso estar , nem ter, nem ficar, nem permanecer...hoje o que eu quero é sentir, necessitar sentir, desesperar em sentir....com os cinco sentidos, com sentidos extras, todos! A felicidade, as tristezas. reviver momentos tristes e felizes…as lágrimas, os sorrisos muitos, o rubor da face, os orgarmos multiplos, outros prazeres, as dores, os desafetos, os amores..... emoções boas e ruins. Viver pra sentir, ser só e exclusivamente feita de sentires ....nos sentidos ver-me resumir...à flor da pele, desabroxando, amanhecendo.... e só ,ao sentir, sentir-me sendo!

…Erikah Azzeved


É como se o ser fosse conjugado dentro do sentir, por isso digo que esse teu post tb fala por mim.

Um beijo minha flor

Erikah