sexta-feira, 3 de setembro de 2010

in Sonnos


e se,
ao me apossar do outro lado da cama,
(aproveitando que agora é vazio)
me traz a sensação de um novo lugar;
posso sonhar em miragens diferentes,
algumas fantasias contundentes pra aliviar.

é apenas a possibilidade de me virar na cama.

alguém já havia me dito sobre dormir ao lado de si,
isso foi em alguma manhã, ou ainda em um divã
não lembro e tenho preguiça de falar em metafísica.

***

Imagem por Marina Kanzi (clique no nome e acesse o flirk dela)

4 comentários:

Thalita Yanahê disse...

senti o gelado do lençol onde não há ninguém...há metafisica o bastante em não dizer nada.
lindo texto...

Sophi (para os íntimos) disse...

Ahh tinha feito um comentário enorme,deu erro quando fui postar...
Bem resumindo disse que muitas vezes somos nossa melhor companhia e que você com certeza deixará a cama toda quentinha!

Que estava com saudade de ti e que agradeço demais teu carinho,que agradecer por ele é pouco e retribuir é inalcançavel,por isso te deixei um grande beijo para que sinta que a recíproca é verdadeira.
Adoro-te!

aluisio martins disse...

preguiça de falar em metafísica, mas fisica quantica frente as probabilidades de se ser em e sem si. quanta profundidade em poucas palavras... uma cama-mundo que clama vidas...
muito bom
abs

ErikaH Azzevedo disse...

Qual a inspiração..a imagem?

Dormir ao lado de si, fazer de si a melhor companhia, a si mesma se bastar...dificil aprendizagens mas tb tão necessária.

Adorei Tati, tuas considerações são sempre soma a mim..e de grandes quantias.

Bjos meus.

Erikah