sábado, 21 de agosto de 2010

do que não se vê por aí

nossa nudez está nos tons das nossas peles. sem maquiagens, sem nada que as encubra. é nudez de alma. aquele sentimento que se dá o nome de amor, está na luz que se instala na periferia de nossas pupilas. a única luz que, de tão pequena manifestação, é de rara observação. comprovando assim que para os absurdos sentimentos são necessárias apenas pequenas demonstrações, o restante se entende, repito, no tom da pele e no olhar.

um delírio em meio ao maremoto de demonstrações.

3 comentários:

Por que você faz poema? disse...

"Então ficamos
Minha alma e eu
Olhando o corpo teu
Sem entender...

Como é que a alma
Entra nessa história
Afinal o amor
É tão carnal..."

Por que você faz poema? disse...

Para a alma nua
é preciso bem
mais que olhos.

ErikaH Azzevedo disse...

Essa luz no olhar é luz de aumento pra se perceber o sentimento dos minimos detalhes , pq é assim que a verdade no sentir se apresenta qdo o que se pereniza é o proprio sentimento.

Nenhum amor sobrevive dessas declarações de amor gigantescas. O romantismo mora nos detalhes, no dia a dia, nas coisas que são tão pouco percebidas é que mora mesmo o amor. Se o meu amor hj dura 15 anos é pq aprendi a reconhecer isso.

Um beijo minha flor.

Erikah